jusbrasil.com.br
30 de Março de 2020

Plágio Acadêmico

Jornal Estrago de São Paulo teve acesso à dados dentro de Portal Online de Pós-Graduação de aluno que publicou a verdadeira matéria aqui no JusBrasil

Cultzone Law Digital Office, Estudante de Direito
mês passado

A vergonha no Brasil tem limites, mas a cara-de-pau ainda não foi decifrada pelos cientistas, em sua verdadeira fronteira final.

Após a publicação de contrafação no jornal Estrago de São Paulo em dezembro de 2019, nós prontamente realizamos a publicação do original, mas a até o momento o Instituto Damásio de Direito ainda não se pronunciou sobre a contrafação realizada pelo vazamento de dados dos alunos das pós-graduação dentro de seu portal.

Dado que os dados são pessoais, e que estávamos em época de avaliações, o Instituto Damásio é zelador e prontamente responsável pela manutenção e segurança dos dados dos alunos, suas respostas no portal online e sua publicações de avaliações para serem corrigidas pelos tutores online, caso que não aconteceu aqui, gerando então danos morais e também causando uma repercussão imoral para uma de direito.

Nós preservaremos o nome do jornalista que publicou a contrafação oriunda de vazamento, mas logo em breve o público saberá que não pode mais ler sua coluna manchada por falta de honra.

Henrique Drovandi

CULTZONE LAW DIGITAL OFFICE

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)